Porque Hillary não obteve mais votos femininos?

Eu posso me considerar um caso típico. Fiquei, completamente, empolgada ao saber que uma mulher poderia ocupar um dos cargos mais importantes do planeta. Uma sensação de conquista e curiosidade de saber o quão eficiente e competente Clinton se sairia invadiu a nação feminina americana. Poderia-se dizer que, diante disso, Clinton poderia contar com uma maioria quase absoluta de mulheres militantes, de mulheres que já tiveram o seu direito de voto negado, e hoje podem, não só, fazer a diferença como cidadã mas como elegendo uma de suas para presidencia dos EUA.

Porém, a grande verdade é que isso não aconteceu. Clinton, capturou um pouco mais de 50% dos votos femininos, sendo em sua grande maioria, os votos de mulheres acima dos 65 anos e Obama conseguiu os votos das eleitoras bem mais jovens. Por que?

De acordo com um artigo da revista Time americana, a razão pela qual Clinton não conseguiu mais votos femininos tem relação direta com evolução do movimento feminista, do qual podemos dividi-las em duas classes ativistas. Uma seria a classe pessimista e a outra otimista.

A candidatura de Clinton é o ponto que marcou essa divisão do movimento e deixou bem claro suas posições.

As pessimistas, estão urgindo por uma representante de força e poder, para que possam assim firmar, simbolicamente, suas capacidade e poder num mundo ainda suprimido por barreiras em virtude do famoso clichê “sexo frágil”. Essa seria uma oportunidade para a firmação de mulheres competentes, maduras, donas de si e de uma certa foma, superiores a qualquer cepticismo quanto ao seu potencial.

Para as otimistas, todavia, não existem dúvidas de que uma mulher pode ser presiedente. Acreditam que é uma questão de tempo para que cheguem ao comando de uma super potência. Em nenhum momento querem ser relacionadas com uma mulher candidata a presidente simplesmente porque ela é mulher. Além disso, existe a necessidade de auto-aprovação pela matéria de competencia e não pelo seu sexo.

Posto isto, podemos identificar aquelas que votaram em Clinton e aquelas que não. É preciso muito mais do que ser mulher para ganhar uma candidatura.

Não obstante, nenhum movimento tira o mérito de Hillary Clinton. Só fazem com que, em uma próxima oportunidade, a controvérsia ora mulher tenha capacidade ou não para presidência, seja de onde for, esteja fora do contesto, pois isso já fôra provado!

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s


%d bloggers like this: