Archive for the ‘Uncategorized’ Category

O “Iluminismo” ambiental, ou quase!

June 11, 2008

Immanuel Kant disse certa vez:

” O Iluminismo representa a saída dos seres humanos de uma tutelagem que estes mesmos se impuseram a si. Tutelados são aqueles que se encontram incapazes de fazer uso da própria razão independentemente da direção de outrem. É-se culpado da própria tutelagem quando esta resulta não de uma deficiência do entendimente mas a falta de resolução e coragem para se fazer uso do entendimento independentemente da direção de outrem. Sapare ande! Tem coragem para fazer uso da tua própria razão! – esse é o Iluminismo.”

Séculos atrás, depois da Revolução Industrial, impusemos a nós mesmo uma tutela consumista de pensamento, da qual a produção em massa e o lucro eram fatores principais para a evolução e progresso. Porém, com conhecimentos limitados quanto os efeitos dessa industrialização globalizada e generalizada não foram tomadas devidas precauções para o que parecia ser bom se tornasse nosso próprio inimigo.

Hoje, depois de tantas catásfrofes naturais, depois de muita destruição e sofrimento, estamos aprendendo que o desenvolvimento não organizado, não planejado, sem respeito às leis ambientais e a não criação de um sistema evidentemente efetivo de reciclagem, estaremos fadados a extinção.

Sabemos o que deve ser feito para que o processo degradativo do planeta diminua consideravelmente. Temos a tutela das razões a ser aplicada nestes termos. Mas será que realmente estamos fazendo uso dessa tutela como deveriamos?

Nos EUA, o maior país poluente do mundo, certas medidas estão sendo tomadas na base do ” é fashion ser ecologicamente correto”. Ou pelo menos, fingir que é. É moda ser “green”. A maioria dos supermercados, agora, possuem corredores de produtos orgânicos, com embalagens completamentes recicladas ou recicláveis ou qualquer outra forma que defina o produto e a empresa “green”, ecologicamente correto. Na saída, ao lado do caixa, estão em destaques sacolas verdes, reforçadas, de tecido, com emblema da loja, direcionadas as pessoas que não querem mais usar sacolas de papel ou de plastico. Cada sacola de tecido custa apenas 99 centavos de dollar. Maravilha! Essa moda está fazendo com que a população coma melhor e cresça conscientemente ecológica.

Puro jogo de marketing? Que seja! Chamarei essa onda, ” Iluminismo ambiental”! De uma forma ou outra, dia após dia, as pessoas estão crescendo um pouco mais consciente de seu lixo e sua repercusão no planeta. E a consciência é o alimento da razão que deve ser posto em pratica para que possamos tornar-nos racionais.

Assim, como o Iluminismo, no século XVIII, não nasceu de um dia pra o outro e foi resultado de varias manifestações independentes e em vários lugares diferentes. Posso acreditar e comparar que o “Iluminismo Ambiental” já esta acontecendo, em pequenas proporções, admito, mas progressivo e consistente!

Advertisements

Porque Hillary não obteve mais votos femininos?

June 10, 2008

Eu posso me considerar um caso típico. Fiquei, completamente, empolgada ao saber que uma mulher poderia ocupar um dos cargos mais importantes do planeta. Uma sensação de conquista e curiosidade de saber o quão eficiente e competente Clinton se sairia invadiu a nação feminina americana. Poderia-se dizer que, diante disso, Clinton poderia contar com uma maioria quase absoluta de mulheres militantes, de mulheres que já tiveram o seu direito de voto negado, e hoje podem, não só, fazer a diferença como cidadã mas como elegendo uma de suas para presidencia dos EUA.

Porém, a grande verdade é que isso não aconteceu. Clinton, capturou um pouco mais de 50% dos votos femininos, sendo em sua grande maioria, os votos de mulheres acima dos 65 anos e Obama conseguiu os votos das eleitoras bem mais jovens. Por que?

De acordo com um artigo da revista Time americana, a razão pela qual Clinton não conseguiu mais votos femininos tem relação direta com evolução do movimento feminista, do qual podemos dividi-las em duas classes ativistas. Uma seria a classe pessimista e a outra otimista.

A candidatura de Clinton é o ponto que marcou essa divisão do movimento e deixou bem claro suas posições.

As pessimistas, estão urgindo por uma representante de força e poder, para que possam assim firmar, simbolicamente, suas capacidade e poder num mundo ainda suprimido por barreiras em virtude do famoso clichê “sexo frágil”. Essa seria uma oportunidade para a firmação de mulheres competentes, maduras, donas de si e de uma certa foma, superiores a qualquer cepticismo quanto ao seu potencial.

Para as otimistas, todavia, não existem dúvidas de que uma mulher pode ser presiedente. Acreditam que é uma questão de tempo para que cheguem ao comando de uma super potência. Em nenhum momento querem ser relacionadas com uma mulher candidata a presidente simplesmente porque ela é mulher. Além disso, existe a necessidade de auto-aprovação pela matéria de competencia e não pelo seu sexo.

Posto isto, podemos identificar aquelas que votaram em Clinton e aquelas que não. É preciso muito mais do que ser mulher para ganhar uma candidatura.

Não obstante, nenhum movimento tira o mérito de Hillary Clinton. Só fazem com que, em uma próxima oportunidade, a controvérsia ora mulher tenha capacidade ou não para presidência, seja de onde for, esteja fora do contesto, pois isso já fôra provado!